Grito de Paz
Letra e música: Darcy Derenusson
 
Tem dias que parece que você está demais
Como os barcos que fariam a regata no mar
É como se entende esses baratos normais
O pôr do sol agita a minha mente demais
 
Era tempo de eleição e eu queria saber
Se aquele povo reunido se faria entender
Algo mais do que carentes para poder dizer
A dor no coração agita a gente demais
 
Eram pioneiros para o mundo saber
Todas as frases que fariam um amigo entender
Levando as bandeiras com o peso da cruz
E olhos que sorriam no seu grito de paz
 
Os pés descalços que fizeram a estrada da luz
Não calçam os sapatos do andar que seduz
O vento sempre leva a nossa planta do amor
Aonde tem lugar para guardar tanta dor
 
Eram mitos que faziam progredir e suar
E bárbaros cansados de fazer navegar
Os sonhos fazem parte desses dias normais
É toda essa gente que queremos demais
 
Eram pioneiros para o mundo saber
Todas as frases que fariam um amigo entender
Levando as bandeiras com o peso da cruz
E olhos que sorriam no seu grito de paz
 
Tem dias que parece que você está demais
Como os barcos que fariam a regata no mar
É como se entende esses baratos normais
O pôr do sol agita a minha mente demais
 
Era tempo de eleição e eu queria saber
Se aquele povo reunido se faria entender
Algo mais do que carentes para poder dizer
A dor no coração agita a gente demais